No ano de mil novecentos e oitenta e dois, como uma proposta de pastoral, com o objetivo de animar e fortalecer as comunidades, aconteceram na Paróquia São Pedro, as Missões, pregadas pelos Capuchinhos, que tomando conhecimento da realidade da paróquia, julgaram necessário realizar este trabalho também nos bairros, onde ainda não haviam comunidades organizadas. No nosso bairro o local escolhido foi a Escola Senador Salgado Filho. Foi uma semana de evangelização intensa com grande participação do povo. Sentimo-nos desafiados a continuar. O pregador foi o Frei Pedro Bianchi.
Com a presença do Pe. Lydio Schneider e das Irmãs Luiza Fagundes e Edith Basso da Congregação do Imaculado Coração de Maria e sob sua coordenação e assessoria, no dia 25 de julho de 1982, formamos a primeira Comissão da Comunidade, que ficou assim constituída: Arlindo Wingert – Presidente, Selivio Clement e José Remi Arnold – Tesoureiros, Marli Zimmer – Secretária, Waldomiro Cavalli e Léo Maldaner. Esta comissão logo reuniu-se com o Prefeito Sr. Nelson Dinnebier para ver a possibilidade da doação de um terreno para a construção da Capela, no foi prontamente atendida e através da permuta de um terreno da Empresa Calçados Ortopé S.A. com a Prefeitura Municipal de Gramado.
Nesta mesma data, após colhidas sugestões da comissão festeira para a realização da Festa do Lançamento da Pedra Fundamental da Capela. A Primeira comissão festeira ficou assim constituída: – Gerci e Iolanda Cavichioni, Luiz e Ivone Hanel, Nilo e Cecília Caberlon, Edgar e Iracema Hedler e os jovens Ironita Helena Ecker e Erno Antônio Teixeira. Ao mesmo tempo em que estas comissões preparavam a primeira festa, as atividades pastorias também eram organizadas. As celebrações da missa eram presididas pelos Padres Guanelianos, Pe. Guido Fumagalli e posteriormente Pe. Adelmo Maldaner e para as Celebrações da Palavra contamos, durante três anos com a presença do Ministro da Eucaristia Sr. Iunes Maihub.
Em reunião no dia 06 de agosto de 1982, após colhidas sugestões foi escolhida a Padroeira da Comunidade. NOSSA SENHORA APARECIDA. A primeira Imagem foi doada por Antônio Tegner e família. A primeira festa em sua homenagem e o lançamento da pedra fundamental da Capela foi dia 17 de outubro de 1982. A festa foi preparada com dedicação e alegria, com a colaboração de um grande número de pessoas. Lembramos com carinho da Sra. Irma Perine Zanatta. As
festividades iniciaram com grande participação da comunidade, com a benção da pedra fundamental, tendo como padrinhos o Sr. Avelino Andreis, Dorvalino Cavichioni e madrinhas Margarete Wingert e Iria Schneider. Em procissão nos dirigimos para a Igreja Matriz São Pedro onde aconteceu a Missa Festiva, presidida pelo Pe. Lydio Schneider, com a presença do Coral São Luiz de Novo Hamburgo. A festa foi coroada de êxito.
Iniciou-se logo em seguida a construção da Capela. O projeto foi doado pelo Engenheiro Sr. Ari Hugo Seidel, que acompanhou praticamente a totalidade da obra com grande interesse.
Em 22 de dezembro de 1987 inauguramos o Centro de Pastoral Nossa Senhora Aparecida, além das atividades pastorais era também o local das celebrações até a inauguração da Capela.
A prioridade era manter a Igreja Comunidade, ela é que daria sustentação ao que se tinha como objetivo. Construir a Capela.
Com o resultado das festas anuais e campanhas de doações de materiais de construção, dava-se andamento a obra. Em agosto de 1990 foi adquirida a estrutura do telhado e iniciou-se a campanha para doações das portas e janelas.
As três portas maiores foram doadas pela Empresa Calçados Ortopé S.A. e as janelas por famílias de comunidade.
Em 11 de outubro de 1997 com Tríduo de preparação, foi inaugurada a Capela, com a benção também do altar e da Via Sacra. Missa presidida pelo Pároco Pe. Elói Antonio Sandi.
Em 15 de dezembro de 2001 recebemos os bancos para a capela, também as cadeiras do altar e oratórios, adquiridos com o resultado da festa realizada em outubro.
Um sonho sonhado juntos, Comissões Festeiras e lideranças, que tornou-se realidade.
Com a assistência do Pe. Elói Antônio Sandi e o incentivo da coordenação da capela e das pastorais continuamos o nosso trabalho, priorizando e fortalecendo as pastorais.
Com o resultado das festas do ano de 2002 e 2003 se deu continuidade às obras da área frontal da Capela e também das salas das pastorais.
Em abril de 2005 nasce mais uma pastoral – PAMA – Pastoral do Menor e Adolescente, com projetos a nível paroquial que está beneficiando crianças e adolescentes da comunidade.

É gratificante sentir-se parte desta comunidade. Olhar o que já foi construído e perceber que parcela da contribuição de cada um foi importante. Saber que é Deus que nos impulsiona a realizar suas obras e o melhor é fazer tudo isso, não por você mesma, mas pelo outro, para tornar Cristo, mais conhecido e amado.

 

Endereço: Rua Corte Real, nº 284, Bairro Piratini.